Gestão de políticas de garantias: vantagens da automatização

Em um ambiente de concorrência acirrada, com cada vez mais empresas ofertando produtos e serviços, as políticas de garantias são de extrema importância para manter o nível de qualidade da marca e aumentar a confiança do consumidor.

Assim, a garantia é uma proteção para o cliente, que está cada vez mais exigente e cuidadoso na hora de contratar uma empresa. 

O consumidor de hoje busca por marcas comprometidas com os bons resultados dos seus produtos. A escolha é por empresas que oferecem transparência e garantias, além do que já é determinado pelo Código de Defesa do Consumidor.

Com isso, os termos, as condições e os prazos das políticas de garantias contratuais de produtos variam de acordo com cada fabricante ou fornecedor de produtos. 

Nessa hora, cada empresa define suas próprias regras de negócio para a tomada de decisão quanto ao seu processo de concessão de garantias.

Continue a leitura para descobrir a importância da automatização para otimizar o processo de gestão de políticas de garantias na sua empresa, ganhando tempo e minimizando possíveis erros. 

Afinal, agilizar processos decisórios é importante para todos os negócios!

Boa leitura!

Políticas de garantias: a importância


Antes de tratarmos sobre a automatização, vamos relembrar a importância das políticas de garantias.

A garantia do produto é um compromisso de qualidade assumido pelas marcas perante clientes e usuários, a fim de assegurar o funcionamento dos mesmos e/ou a substituição de itens defeituosos. Ou  seja, que apresentam falhas de material ou fabricação, durante um prazo determinado.

A política de garantia é, portanto, uma forma de valorizar a segurança e a satisfação dos clientes, uma vez que ocasionalmente alguns produtos podem não apresentar a performance desejada.

O Código de Defesa do Consumidor (CDC) determina a garantia legal. Todo e qualquer produto ou serviço, por lei, tem garantia independentemente de ser oferecida ou não pelo fornecedor. 

Especificamente no artigo 24 do CDC fica determina a garantia legal, que independe de previsão contratual.

E os prazos da garantia legal são definidos pelo artigo 26 do CDC, da seguinte forma:

  • 30 dias de garantia para produtos não duráveis e 
  • 90 dias de garantia para produtos duráveis.

Mas se o problema constatado for daquele tipo que só se mostra depois de certo tempo de uso, no caso de vício (defeito oculto), o prazo começa a ser contado a partir do momento em que o defeito for descoberto.

Já a garantia contratual é complementar à garantia legal, oferecida pelo fornecedor, mediante documento escrito. O seu prazo é contabilizado a partir da data da emissão da nota fiscal.

Existe ainda a garantia estendida, contratada a parte. Geralmente, é oferecida por outra empresa, que não tem relação com o fabricante. Nesse caso, é um seguro contra defeitos do produto. 

A seguir, vamos tratar sobre a importância da automatização do processo da gestão de políticas de garantias.

Garantia contratual: como as regras automatizadas otimizam a gestão de políticas de garantias


A garantia contratual não é obrigatória, mas é uma prática muito comum entre os fabricantes e fornecedores a fim de manter o bom relacionamento com os clientes, evitando eventuais reclamações. Além de assegurar a qualidade, a eficiência e a durabilidade dos produtos.

Nessa hora, é muito importante para o consumidor sentir que a empresa tem boa vontade, canal aberto para comunicação e o desejo de atender cada caso específico.

É aqui que entram as variações de acordo com o tipo de empresa e produto comercializado. 

Assim, toda empresa tem suas próprias regras e variáveis, que definem as suas políticas de garantias. São regras claras e informadas previamente aos clientes.

Nos chamados “termos de garantia”, ligados à garantia contratual, geralmente constam as seguintes informações para o consumidor:

  • Descrição do que consiste a garantia;
  • Política de Trocas e Devoluções de produtos;
  • Indicação de como contactar a assistência técnica;
  • O que fazer quando ocorrem eventuais defeitos no produto;
  • Especificação sobre onde buscar solução para problemas com o produto;
  • Quais defeitos são cobertos ou não pera garantia;
  • Descrição sobre procedimentos de assistência técnica e
  • Os ônus a cargo do consumidor.


Enfim, há diversas regras que envolvem as políticas de garantia em geral, bem como as condições para a troca ser realizada, assim como o prazo, dependendo do tipo de produto, serviço e do que a empresa definir.

Em empresas de equipamentos, maquinários, peças, por exemplo, é muito comum que essas políticas sejam especificadas por:

  • Determinado tempo de uso: 3 meses, 6 meses, 12 meses; 
  • Por tipo de cliente;
  • E ainda por tipo de utilização, entre outras variáveis. 


O que significa dizer que estamos falando da definição de
regras de negócios.

Como ganhar agilidade, portanto, no processo de gestão de políticas de garantias

Com muitas variáveis envolvidas, é crucial contar com a automatização do processo decisório que dita as políticas de garantias.

Um motor de regras e cálculos promove o funcionamento ágil de sistemas e operações, nos mais diversos segmentos de negócio, inclusive na definição de garantias, como estamos tratando especificamente neste texto.

Ao cruzar essas variáveis com os sistemas integrados, que armazenam os dados necessários à tomada de decisão, o motor realiza os cálculos, que permitem, por exemplo, definir as políticas de garantia por tipo de cliente.

Com isso, é possível ter ganhos de velocidade, segurança e resultados, e ainda eliminando erros na concessão de garantias.

No próximo tópico, você vai saber como a solução Abaccus Decision apoia a gestão de políticas de garantias.

Saiba como o Abaccus Decision apoia a gestão de políticas de garantias


Sem códigos complexos, com usabilidade simples e amigável, o
Abaccus Decision  representa agilidade na gestão das regras de negócio, com personalização para as suas necessidades.

A nossa solução é um motor de regras de negócios e cálculos, que centraliza todas as regras e cálculos em um único sistema, garantindo agilidade e assertividade na gestão dos processos.

Nosso software gerenciador de regras de negócios tem abordagem low code, podendo ser gerenciado mesmo por quem não tem conhecimento em programação, dando autonomia para o time de negócios da sua empresa criar e alterar novas regras facilmente.

Com ele, sua empresa vai conseguir responder clientes em tempo hábil, tendo assertividade em seu processo decisório referente às garantias, melhorando o desempenho da empresa no mercado com um processo ágil e eficiente que atenda as necessidades do público.

E mais: seu time de negócios vai ter autonomia para criar e gerir suas regras, bem como modificá-las com facilidade, quando for preciso, com tomada de decisões rápidas, padronizadas e configuradas para momentos específicos (no caso da sazonalidade de políticas de garantias).

Agora que você já entendeu as vantagens da automatização da gestão de políticas de garantias, acesse o link e teste a nossa solução Abaccus Decision: https://abaccus.com.br/

Se preferir, fale com um de nossos especialistas, acessando: https://abaccus.com.br/contato/