Como precificar seus produtos e alavancar as vendas do varejo com o BRMS?

O segmento varejista lida diariamente com desafios gerados pela volatilidade do setor. A precificação é um dos fatores mais importantes. Ela é mais complexa porque precisa trabalhar com diversos perfis de clientes, regiões diferentes e variados canais de venda utilizados por uma loja. O que gera uma demanda em grande escala e exige métodos ágeis e eficientes para não abrir espaço para a concorrência e muito menos ter prejuízos no  negócio. Para te ajudar a entender melhor essa necessidade do mercado, neste texto você irá saber como precificar produtos e serviços no varejo com o sistema BRMS!

A precificação de produtos é uma das principais atividades no varejo. Ela pede agilidade para criar campanhas atrativas, tudo isso com precisão máxima, dentro dos limites impostos pelo mercado e diretrizes de uma loja.

Quando se fala em precificação, as regras de negócios são uma ferramenta fundamental para garantir agilidade e preços competitivos e personalizados. Elas permitem que os cálculos sejam feitos conforme os limites necessários, e claro, que as ofertas sejam criadas com diferentes especificidades.

No entanto, para garantir eficiência, é necessário o uso de um sistema de gerenciamento, que garanta uma gestão automatizada: o BRMS (Business Rule Management System). Agora você vai entender como essa solução ajuda na precificação dos produtos no varejo! Vamos lá?

Por que precificar produtos com o BRMS?

Sabemos que no varejo existe a demanda de criar ofertas ágeis e promoções segmentadas para os clientes, que podem consumir em diferentes canais. Além disso, a realidade de constantes mudanças no varejo é outro fator que reforça a necessidade de gerenciar as regras de negócios com qualidade.

Para melhorar os resultados e aumentar a competitividade, os processos decisórios precisam ser mais assertivos e ágeis. Ter a capacidade de trabalhar com um grande volume de informações é primordial na busca por garantir as melhores decisões.

As regras de negócios, gerenciadas por um BRMS, contribuem na otimização de toda essa lógica operacional. Na precificação, elas ajudam a estabelecer resultados para cada nível de especificidade: perfil do cliente, preço, frete, concorrência, entre outros.

Contudo, algumas lojas ainda trabalham com outras abordagens, que dificultam a gestão de diversas tarefas no varejo, não apenas a precificação!

Como o varejo trabalha sem o BRMS

Muitas empresas varejistas já usam sistemas de gestão que qualificam os processos em diferentes setores, como marketing, comercial, logística ou no pricing, por exemplo. Isso é muito importante no auxílio aos departamentos, para que tarefas sejam cumpridas com mais assertividade, afinal, antes tudo era trabalhado com base em planilhas. No entanto, embora essas lojas já trabalhem com tecnologia, algumas lacunas ainda não estão preenchidas.

Isso acontece porque, na maioria dos casos, as regras de negócios estão espalhadas nestes sistemas, como ERP ou CRM. Em muitas situações elas também estão em planilhas ou documentos de Word, e embora existam, não são utilizadas corretamente.

Em função deste problema, as regras de negócio acabam não funcionando adequadamente, de maneira integrada. Por esse motivo, os cálculos e outros processos fundamentais da precificação não são realizados corretamente.

Margens de lucro, custos da mercadoria, gastos indiretos, análise da concorrência. Todas essas variáveis são importantes e precisam ser integradas. Somente dessa forma é possível fazer campanhas ágeis, atrativas, que garantam os melhores resultados para o varejo e capazes de ganhar o consumidor.

Por isso é importante precificar produtos com o BRMS!

Como o BRMS ajuda a otimizar o processo de precificação?

Imagine uma loja, de qualquer segmento, que oferece aos clientes um clube de benefícios. O mesmo estabelecimento possui um cartão fidelidade e trabalha com loja física, e-commerce e entrega a domicílio. Esse negócio precisa criar ofertas com agilidade, dentro de cada uma dessas especificidades.

O desafio é muito claro. Existe uma diferença no preço dos produtos na venda física e digital, além dos valores do frete. No caso do clube de benefícios, os descontos também diferem de uma promoção convencional.

Ao mesmo tempo, é necessário trabalhar com velocidade para atrair o cliente. Soma-se a isso, fatores como os preços trabalhados por concorrentes diretos, o que influencia na precificação dos produtos, sobretudo em ofertas especiais.

Contudo, essa loja ainda trabalha com sistemas de gestão que não atendem a esse nível de complexidade. Embora eles possam segmentar o público, como CRM, por exemplo, não são capazes de gerar essas ofertas com tanta agilidade e eficiência. No entanto, ao integrar,  CRM, ERP ou qualquer sistema no BRMS e, na ferramenta definir quais regras serão usadas em cada caso, a história muda. Pois, o sistema recebe as informações das demais ferramentas e garante os cálculos de maneira prática e com a agilidade necessária. 

Como precificar produtos e, em simultâneo, garantir ofertas exclusivas para aproveitar as oportunidades de venda?

Como mencionado, precificar os produtos de uma loja com o BRMS, soluciona os problemas apresentados no tópico anterior. Ao integrar sistemas de gestão da loja na ferramenta, é possível trabalhar todas as informações para tomar as decisões necessárias. A solução, por meio das regras de negócio definidas, realiza cálculos rápidos, usados em inúmeras estratégias, dentre elas, ofertas segmentadas.  

Ofertas criadas em questão de segundos. O preço do produto e suas diferenças entre o físico e o digital. O perfil de um cliente, se faz parte ou não do clube de benefícios. As condições especiais para quem tem o cartão da loja. Cada variável é processada no motor de regras, através das regras imputadas, o que gera as promoções desejadas!

É dessa forma que o BRMS soluciona o problema. Com agilidade nas tomadas de decisão, ele aumenta a vantagem competitiva, garante uma experiência de qualidade para o cliente e melhora os resultados da loja no varejo!

Abaccus Decision e a precificação inteligente

Se deseja trabalhar com modelos decisórios que garantam uma precificação mais ágil e segmentada, você precisa conhecer o Abaccus Decision. Ele consegue atender as demandas de uma loja, seja qual for o nível de exigência e capilaridade, com a excelência de um BRMS.

Com o Abaccus Decision, as variáveis que compõem a estratégia de vendas combinadas às regras de negócio, geram tomadas de decisão mais rápidas e eficientes. Dessa forma, pode-se criar campanhas promocionais a qualquer momento, conforme a necessidade da loja e a estratégia, sem a dependência de períodos para desenvolver ofertas ou sazonalidades. A ferramenta cobre uma enorme quantidade de possibilidades, trabalhadas com o objetivo de gerar ofertas atrativas e aumentar as vendas!

O processo de precificação é formado a partir de diversas combinações. É viável definir períodos e datas de duração específicas para cada promoção. Sendo assim, com o Abaccus Decision a sua empresa ganha inúmeras possibilidades para estratégias de vendas através da precificação. 

Pacotes diferenciados de produtos e serviços ainda podem ser considerados na hora de precificar. Tudo isso dentro das especificidades de cada canal de venda ou modelo de atendimento. Uma precificação inteligente e completa para otimizar a competitividade no varejo.

É hora de precificar os produtos com o BRMS em sua loja. Mas antes, para conhecer melhor a nossa solução, clique aqui e veja tudo sobre o Abaccus Decision!